Domingo, 4 de Setembro de 2016

"A Culpa é das Estrelas" de John Green

Um livro que esteve semanas e semanas dos tops dos mais vendidos. Uma história vista e sentida por muitos olhares no filme baseado neste romance. E porque nem sempre se consegue acompanhar as novidades literárias, só agora pude ler esta história, mas com expetativas demasiado elevadas. Mas quase certa que não iriam ser defraudadas. Tive o filme gravado na box meses e meses, sem nunca o ver, porque pelo resumo da história saberia que me iria emocionar, e queria em primeiro lugar fossem as palavras a emocionar as minhas emoções por serem a minha paixão e não as imagens.

Não sei se li ou se devorei cada página deste romance entre jovens doentes e condenados por um terrorista chamado cancro. Mas nem a dureza desta doença impediu que acontecesse esta bonita e pura história de amor entre Hazel e Gus. Vamos sentir na pele e no coração este amor que nasce quando parece que nada faz sentido na cabeça de Hazel, mas o estilo único e singular de Gus a conquista, como nos conquista a nós este romance juvenil, intenso, verdadeiro mas condenado no momento em que nasce. Vemos Gus a abdicar do seu desejo enquanto doente de cancro para Hazel poder realizar o seu, e conhecer o autor do livro que nos acompanha nesta história Uma Aflição Imperiosa. E após esse sonho, tudo se desmorona no mundo de ambos e as emoções não nos vão fazer parar de ler. Confesso que não contive as lágrimas em pleno comboio e café, enquanto aproveitava cada segundo para não perder estas personagens de vista. Tinha medo que elas partissem sem poder me despedir delas. Parece que ainda sinto o coração apertado com o desfecho da história que é uma lição de vida para todos nós.

Um romance emocionalmente demolidor. Personagens fortemente marcantes. Uma história poderosa, de uma beleza cruel. Um livro que não nos deixa indiferentes. Palavras que nos ensinam que em momentos da crueldade da vida o destino nos pode fazer sorrir. Momentos e lágrimas que não se esquecerão.

Agora aguardo que o filme volte a ser emitido na televisão, porque isto de fazer reset à box tem estes inconvenientes em que tudo desaparece, para poder voltar a emocionar-me nesta história intensa, num misto de tragédia e doçura.  

Para quem ainda não leu, aconselho esta leitura que marcará qualquer coração.

Porque as estrelas sabem sempre guiar-nos no nosso caminho e neste amor a culpa é das estrelas que brilharam no olhar destes jovens.

Embora seja uma história fictícia, nunca se esqueçam de olhar as estrelas para seguir o rasto do seu brilho. Porque antes das lágrimas, poderão existir momentos de pura felicidade. E a culpa disso é delas, das estrelas!

Deixo-vos uma das muitas frases que guardo e levo comigo:

“ Os meus pensamentos são estrelas que eu não consigo incluir em constelações”.

Extremamente bonito, certo?!

1a_culpa_e_das_estrelas.jpg

publicado por Ana Cristina Gomes às 22:50

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A frase mágica do dia

. A frase mágica do dia

. Férias….Praia….Mar….e a p...

. A frase mágica do dia

. Um pensamento meu

. A frase mágica do dia

. A frase mágica do dia

. Julia Navarro "Dispara, e...

. Um pensamento meu

. A frase mágica do dia

.arquivos

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

.tags

. todas as tags

.favorito

. Será pedir muito?

blogs SAPO

.subscrever feeds