Domingo, 26 de Fevereiro de 2017

Escrevo-te

Preciso de escrever. Preciso de te escrever. Preciso de te escrever dentro de mim. Escrever as memórias que ficam, que agarro para não mais largar. Escrever as memórias que trazemos e que teimo em não esquecer. Outras memórias de outros tempos. Memórias que neste agora não poderei voltar a escrever.

Escrever um beijo que não é um beijo. Um beijo que é apenas um olá.

Escrever o abraço que não é um abraço. Um abraço que é apenas um até já.

Somos dois estranhos que se cruzam na escrita da vida. Duas pessoas que nada são uma à outra. Dois olhares que se cruzam na intensidade de um cruzar num só respirar.

Pouco ou nada sei de ti. Nada ou pouco sabes sobre mim. Mas ficas no meu pensamento para sussurrares as palavras que escrevo. E se me faltarem as palavras, terei sempre o teu olhar para escrever e o teu sorriso para desenhar no papel.

Escrevo o teu olhar na tela salpicada pelas cores do arco-íris. Porque se o arco-íris esconde um tesouro, os teus olhos são o tesouro em que o universo me fez tropeçar. Um verdadeiro tesouro que nunca poderei tocar com as minhas mãos e sentir-te real ao tocares em mim.

Tento descodificar as palavras que esse teu olhar escreve em mim. Escreve-me esse segredo e nunca o partilharei com mais ninguém. Serás o meu segredo.

Recordo o sorriso que o teu rosto escreve. Reescrevo cada traço do teu rosto que vou decorando a cada dia quando o sol nasce no horizonte. Reescrevo cada esboço da tua face na noite em que iluminas o caminho. Nunca me cansarei de te ver e te desenhar.

Guardo-te em mim. Guardo o que a tua alma me escreve. Tenho no meu coração esse lugar onde todas as tuas palavras silenciosas são guardadas.

Penso em ti na noite que me adormece e nas palavras que chegam na madrugada. És a inspiração para as palavras que sorriem e para as letras que te choram tão longe desta folha.  

Serás o meu escritor preferido das palavras que escrevo. Só escreverei com a caneta que a tua alma me ofereceu naquela tarde em que paramos e a minha vida parou à tua espera.

Escrevo-te para me escrever a mim mesma na reescrita constante da vida.

escrever1.jpg

publicado por Ana Cristina Gomes às 20:08

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. A frase mágica do dia

. A frase mágica do dia

. A frase mágica do dia

. A frase mágica do dia

. O teu sorriso

. A frase mágica do dia

. A frase mágica do dia

. A frase mágica do dia

. Nicholas Sparks "Só nós d...

. A frase mágica do dia

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

.tags

. todas as tags

.favorito

. Será pedir muito?

blogs SAPO

.subscrever feeds