Terça-feira, 22 de Março de 2016

Uma Terra Chamada Liberdade de Ken Follett

Absolutamente avassalador é a única coisa que me ocorre escrever sobre este novo romance de Ken Follett “Uma Terra Chamada Liberdade”. Ainda nas primeiras páginas fiquei ligada a Mack e Lizzie e à sua luta pela liberdade, embora de modos distintos, que mesmo depois de terminar o livro, não me consigo desligar deles e da sua aventura, que começou nas terras da Escócia, caminhou pelas ruas de Londres até às plantações de tabaco na Virgínia.

Mack é um jovem mineiro, obrigado a trabalhar nas minas da Escócia desde que se conhece, mas anseia pela liberdade. Justo, honesto e lutador, não se cala perante os seus senhores, até que se resolve fugir. As descrições do trabalho na mina são demasiado cruéis, são realistas, aconteceram mesmo, mas até sentimos a dor de mulheres e pequenas crianças a subirem centenas de metros com carvão às costas. Este Mack é fictício, mas de certeza que na altura existiram muitos Macks na luta pela liberdade. E também muitos Sir George, e os seus filhos, Robert e Jay, “donos” destas pessoas, que todos os esquemas armaram para continuarem na sua vida, sem que os trabalhadores/escravos tivessem qualquer direito.

Lizzie, é uma jovem de boas famílias, embora a família esteja endividada. Mas é uma dama diferente de todas as outras, não é convencional (gosta de vestir roupa de homem – naquela altura era impensável uma senhora vestir calças ou montar como um homem), é lutadora e detesta injustiças. Ao conhecerem Lizzie, vão torcer por ela na sua luta contra as desigualdades. Lizzie vai passar o livro a tentar encontrar a mesma liberdade de Mack, mas a fugir de teias de intrigas e lutas pelo poder.

Tantas vezes que Mack e Lizzie se cruzam, quer na Escócia, onde cresceram, até Londres, onde Lizzie se casa com Jay, e onde Mack se torna um herói por lutar pelos direitos dos trabalhadores, por isso facilmente cai num esquema e acaba por ser deportado para a Virgínia, para onde Lizzie e Jay também irão. É nas plantações de tabaco que se aproximam, em condições sociais diferentes, e que reconhecem o amor que sempre os uniu. Fogem para a conquista pela liberdade, uma fuga difícil e sangrenta. E encontram a sua nova High Glen (o nome da sua terra na Escócia).

Apaixonei-me por esta história desde a primeira linha, e de tão envolvente que é, era quase impossível parar de ler. Como custava fechar o livro e não poder ler mais naquele momento. Um romance que vicia e duas personagens que deixam muitas saudades. O final, que não é final, apenas um novo começo na vida de Mack e Lizzie. Por isso adoraria que existisse uma continuação da história destas personagens, porque são personagens demasiado fortes para serem esquecidas. Quando lerem este livro, vão perceber do que estou a falar.

Sou fã assumida da escrita de Ken Follett e gosto de todos os seus livros, mas sem dúvida que este ficará na minha lista dos preferidos! Simplesmente brilhante, intenso e fascinante.

Uma leitura que recomendo a todos!

terra liberdade.jpg

publicado por Ana Cristina Gomes às 08:30

link do post | comentar | favorito
|
4 comentários:
De Curly a 22 de Março de 2016 às 16:36
Se já estava curiosa, agora ainda fiquei mais... :)
De Ana Cristina Gomes a 22 de Março de 2016 às 18:00
Todos os livros deste autor são muito bons, mas este fica no top de quem lê (pelo menos no meu top ficou ;) ). A história é muito envolvente e as personagens têm uma força incrível que nos prende ao livro :) Se ler, depois dê-me a sua opinião :)
De marrocoseodestino a 22 de Março de 2016 às 17:21
Já li vários livros dessa autor, mas esse não conheço. Nunca me desiludiu.
De Ana Cristina Gomes a 22 de Março de 2016 às 17:57
Este livro foi publicado este mês :) Já li todos os livros deste auto, são todos muito bons, mas este fica no meu top. Talvez pela história e pela força das personagens :)

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A frase mágica do Natal

. A frase mágica do Natal

. A frase mágica do Natal

. A frase mágica do Natal

. A frase mágica do Natal

. A frase mágica do Natal

. A frase mágica do Natal

. A frase mágica do Natal

. A frase mágica do Natal

. A frase mágica do Natal

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

.tags

. todas as tags

.favorito

. Será pedir muito?

blogs SAPO

.subscrever feeds