Quarta-feira, 10 de Julho de 2019

Haruki Murakami "Norwegian Wood"

Quase que sentia vergonha de tantas vezes ver os livros de Haruki Murakami nos escaparates das livrarias, nos tops dos livros mais vendidos, a receber prémios e eu na mais profunda ignorância da sua escrita. Até que naquele evento anual a que Lisboa tão carinhosamente chama de Feira do Livro, eis que encontro duas mega promoções dos seus livros. Hesito, vacilo, mas assim que dou por mim, já tenho os livros no saco. Não tardei em explorar avidamente as páginas de “Norwegian Wood”.

Somos apresentados a Tōru Watanabe, de 37 anos, prestes a aterrar no aeroporto de Hamburgo quando lhe chega aos ouvidos a melodia que dá título ao livro, eterna música dos Beatles. De olhos postos nas nuvens carregadas que se preparam para chover, a sua mente pensa no que deixou para trás. Nos amigos cujos caminhos se descruzaram, nos sentimentos que ficaram guardados lá atrás.

Ao som da música, Tõru recorda o seu primeiro amor Naoko, a namorada do seu melhor amigo Kizuki, que aos 17 anos sem que nada o previsse suicida-se, deixando a Naoko e Tõru com aquela sensação de se sentirem perdidos e abandonados no mundo. Assim afastam-se até ao reencontro, quando o nosso personagem principal se encontra na faculdade, mostrando-se pouco sociável.

Quando Kizuki morre, Naoko perde-se para o mundo, e a sua frágil saúde mental degrada-se ainda mais, tornando-se mais apática, uma espécie de espectro com dificuldade em comunicar, em falar, escrever ou em expressar-se.  Existe entre ambos uma ligação de dor que só eles entendem e se podem ajudar mutuamente. No entanto o caminho de Naoko é sinuoso, chegando a internar-se numa instituição que não é para doentes mentais, mas algo muito parecido, para pessoas que em determinada altura das suas vidas perderam alguma capacidade de se manterem socialmente capazes e integradas.

Nesse entretanto, Tõru conhece Midori, uma rapariga, o oposto de Naoko, cheia de vida, descontraída. Como isto dos sentimentos ninguém consegue comandar, Tõru vê-se na encruzilhada de sentir algo muito forte por estas duas raparigas.

De forma resumida, assim é a história de “Norwegian Wood”.  Não me prolongo muito mais pois não quero desvendar os desfechos, o dizer adeus à adolescência, a entrada na idade adulta.

Não podemos dizer que é um livro de amor. É um livro que aborda o amor, a paixão, o sexo, o prazer dos corpos, o medo, a solidão, a angústia. Temas como a adolescência, as doenças mentais e o suicídio estão muito presentes no livro.

Uma reflexão melancólica sobre a perda dos outros e de nós mesmos.

É um livro que nos faz descer ao nosso íntimo e que nos abana. Que nos recorda como nem sempre é fácil crescer.

Um livro que adorei e que recomendo vivamente. Um livro de emoções.

E venha a próxima leitura de Haruki Murakami porque a sua escrita conquistou-me!

62449858_10156518822213565_6733800531560497152_n.j

publicado por Ana Cristina Gomes às 22:10

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A Amazónia arde....todos ...

. Desaceleras-me o tempo!

. Alpendre de emoções

. Baloiço

. Correr a estrada!

. Este teu dia avó!

. Desapegar-me de ti!

. Dia dos Avós!

. Haruki Murakami "A Peregr...

. Este nosso 18 de julho!

.arquivos

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

.tags

. todas as tags

.favorito

. Será pedir muito?

blogs SAPO

.subscrever feeds