Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O sopro mágico das palavras

O sopro mágico das palavras

Uma coragem que se vai de mim.....

Às vezes há uma coragem que se vai de mim. Quando deixo fugir-me os meus olhos de ti. Essa coragem de não ter medo de enfrentar essa alma tua que trazes nos teus olhos despidos pelo cinzento das nuvens.
Onde está essa coragem minha? Encontra-a e devolve-me porque está tão perto de ti. Não a sentes respirar no teu rosto quando mexes todo o teu corpo?
Às vezes há uma força que me aperta o estômago. Que me debruça os sentidos em ti. Tu. Essa força minha que encontrei e que não me deixas perdê-la. Olhas e eu fugo.
Oh coragem minha, onde estavas tu hoje?!
Esse mel-outono dos teus olhos são a cor dos meus dias que tanto nada se estão a tornar.
É nesse regresso a casa que nos precisamos de conversar o olhar e levar-te no meu coração para o dia de amanhã.
Porque nesses dias de vazio que me esmorecem preciso da coragem tua que me vive.
E se não olhar para ti não haverá coragem para abandonar essa prisão de sonhos que me atrasa o caminho meu.
Hoje perdi coragem minha. E tu viste-me ser fraca ao deixar fugir essa coragem minha pela estrada.

Imagem : Internet

IMG_20190919_225807_257.jpg