Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O sopro mágico das palavras

O sopro mágico das palavras

A minha sempre "Uma Aventura"

Ainda mal sabia eu juntar as letras. Ainda estava tão longe de imaginar o poder das palavras em mim. Tinha eu algures nesses 6 ou 7 anos já idos quando recebi o primeiro livro desta coleção. Tão pequena era que não me recordo de qual foi, mas está lá na prateleira da Aventura. Tanto gostei que cresci nas suas leituras. Numa época tão difícil, as gémeas Luísa e Teresa, o João, o Chico, o Pedro, e os cães Faial e Caracol foram uma companhia minha que nunca será esquecida. A adolescência passou. A idade adulta chegou. E com ela chegaram outras leituras.
Mas nesse crescer meu, um dia olhei para a prateleira incompleta de Aventuras. Senti-me incompleta sem estes livros. Decidi comprar os títulos em falta e aos poucos vou repondo e sentindo-me cada vez mais cheia de palavras.
Não compro só para emoldurar a estante. Compro e leio. E que bom é voltar à companhia destes amigos meus.
Enquanto os outros aproveitam as férias e praia para grandes leituras, eu deixo os meus livros nas suas férias de mim. Agarro nos livros "Uma Aventura" e lá vão eles comigo aconchegados na toalha de praia besutando-se com protector solar.
Se me preocupa com os outros a verem-me ler livros juvenis. Não, nem pouco mais ou menos.
Aquela hora em que volto a esta eterna amizade sou feliz.
E é apenas isso que me interessa, ser feliz com o que me faz feliz.

IMG_20191001_180857_044.jpg

Pág. 2/2