Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O sopro mágico das palavras

O sopro mágico das palavras

A vitória da simplicidade

Ainda estou atordoada com esta vitória avassaladora do Salvador na Eurovisão. São as notícias que se seguem umas às outras repetindo esta conquista sempre tão desejada e nunca conseguida, até ontem. Até ao momento em que a simplicidade ganhou um Festival impregnado de teatro, de circo, mas sobretudo de máscaras. Aquela mesma máscara que Salvador nunca colocou e foi ele mesmo, a sua voz doce, os gestos genuínos. Salvador foi simplesmente Salvador e nada mais. E assim ganhou um festival internacional. Ao ser ele mesmo! Aparentemente tão fácil, mas tão difícil numa sociedade que nos julga constantemente. Mas Salvador ganhou! E que bela foi esta vitória, no concurso, mas sobretudo a sua vitória perante uma sociedade tantas vezes manipuladora que nos força a deixar de ser quem somos.  

É uma vitória para todos nós portugueses, a vitória da nossa língua tão melodiosa. Temos palavras lindas que se podem escrever, cheias de sentimento. Usemos a sinfonia deste nosso e único português para expressar o viver. Quem escreve sabe como as palavras em português conseguem soar de uma beleza extraordinária. Palavras escritas com sentimento e quem as ouve sente esse mesmo sentimento tão intenso. Os irmãos Sobral apresentaram-nos uma música com palavras simples mas pintadas de uma perfeição inimaginável. Ler a letra é saber que se pode escrever na simplicidade e mostrar uma imensa riqueza.

Salvador deu-nos uma grande lição de vida, esta da simplicidade. A lição de sermos genuínos, de mostramos quem somos. Quantos de nós têm medo de mostrar o que são, o que sentem? Quantos de nós fingem ser o que não são, apenas para agradar os outros? Não precisamos de usar uma máscara para que os outros gostem de nós. Não precisamos de fingir gestos e atitudes para termos a aprovação dos outros. Precisamos sim, de sermos honestos connosco mesmo. Precisamos de sermos quem somos. Não precisamos de mostrar uma ambição desmedida para alcançar os nossos objetivos. Porque a simplicidade e genuinidade pode ser uma ambição que muitos podem nunca saber o que é. A simplicidade para muitos pode ser uma difícil tarefa devido ao hábito de se esconderem de si mesmo e não se conseguirem libertar desse fato que vestiram e tomaram como sendo seu sem o ser.

Salvador é uma alma sublime com o caminho cheio de luz que nos ilumina a todos. Só almas grandiosas nos conseguem nos ensinar lições como esta: a simplicidade.

Que bonito é conhecer almas assim que nos conquistam na sua simplicidade de existir.

Obrigada Salvador por essa tua alma mágica.

Obrigada Salvador por me mostrares que posso continuar a ser quem sou!

18446826_10154730824578565_4944956544618647269_n.j