Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O sopro mágico das palavras

O sopro mágico das palavras

O castanheiro da minha avó!

A quinta da minha avó tinha um castanheiro que nos abrigava.
A minha avó era o castanheiro da família que nos segurava os sonhos. Era a nossa força.
Ontem andei por essa natureza. Longe da quinta da minha avó. Apanhei estas castanhas do chão, nesses ouriços perdidos por baixo desses castanheiros espalhados por aí.
Senti-me protegida por aqueles troncos de castanheiros. Que me recordaram os tempos da minha avó. A sua força.
Hoje provo as primeiras castanhas deste outono. São tão mais especiais. Foram apanhadas por mim enquanto a minha criança interior voltava ao castanheiro da quinta da minha avó.
Estas castanhas têm o sabor de momentos felizes. Como era a quinta da minha avó e o seu castanheiro.

IMG_20191009_204414_064.jpg