Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O sopro mágico das palavras

O sopro mágico das palavras

Dia 45 de confinamento e um cupcake feito de amor

155389083_10158123715778565_2971889219261931500_o.

Já levamos 45 dias de confinamento no corpo e na alma. Mas não podemos esmorecer. Não agora.
O domingo trouxe-nos sol para energizar o nosso lado fogo. A alegria de sentir o quente desses raios de sol na testa.
Um domingo de amor. Feito de pessoas com alma de açúcar e olhos de mel. Sorrisos que me lembram como o amor está em todo o lado. É só sentir e encontrámos-lo com tanta facilidade. Estas pessoas amor são inspiração de horas tranquilas.
Por isso, viciada em amor quero coisas de amor no meu domingo.
Um bolo pode ser sinónimo de amor, quando é feito por mãos que transpiram afeto e carinho quando misturam farinha, fermento e ovos. Quando as natas são salpicadas por essa doçura que a cozinheira tem no coração e que nos oferece em cada bolo que faz. O cuidado nos pormenores que nos encanta os olhos. O talento dela cresce a cada novo bolo que cozinha. A dedicação sem limites para connosco. A perfeição do amor num cupcake.
Este domingo, a minha amiga da
Corrida aos Bolos fez uns cupcakes red velvet para mim para adoçar ainda mais este fim de semana. Para enfrentar a semana ainda com mais amor no sangue que bombeia o coração. O amor nunca é demais.
Degustar demoradamente cada garfada. Deixar o chocolate derreter na boca para se entranhar onde possa ainda não ter amor dentro de mim. A cor do cupcake que pinta o coração da cor da ternura mais genuína.
Às vezes há domingos assim. De confinamento em que um bolo nos enche a casa com o sabor do amor.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.