Sábado, 21 de Março de 2015

Dia da poesia

Hoje é dia da poesia, um dia dedicado a uma das minhas grandes paixões, as palavras poéticas, sem rimas, escritas ao sabor do vento, desafiando os sentimentos a serem decifrados pela leitura de outros. Um dia, quando me conheci, fui enfeitiçada pela arte que alguém se lembrou de batizar com poesia. Aprendi a ler com os poetas. Quis ser poeta. Perceber como se escrevem aquelas palavras quando um coração chora e uma alma uiva de dor. Quis sentir como se sente um poeta. Uma alma ferida, uma alma incompleta que se completa na incerteza de ser. Quis viver nas palavras, adormecer nos poemas. Olhar as estrelas e ler nelas um poema de amor. Ser poeta a tempo inteiro, esse sonho que acorda em mim e que acompanha os meus passos. Poesia, poemas, nada de rimas, apenas a essência de uma alma sincera na sinceridade do que escreve. Uma alma despida de adereços.
Por esta paixão não se poder medir, eis que num rasgo de aventura, fui a uma das muitas iniciativas para comemorar a beleza deste dia. Lá fui eu ler os meus poemas a ouvidos estranhos a mim e às minhas palavras, que nada sabem sobre mim ou sobre aquilo que coloco no papel. Fui e adorei. Fui e apaixonei-me ainda mais por este amor que é escrever a alma.

012.JPG

Deixo-vos um poema já com algum tempo escrito para este dia mas que resume a sua essência.


Hoje é o dia da poesia
O seu dia oficial
Mas a poesia existe em nós
Em todos os momentos que partilhamos
As palavras vividas numa folha de papel.
Misturamos o som das letras
Com a música da vida
Que nos rodeia.
A caneta que tem vontade própria
E embalada pela melodia
Não quer parar
Com medo de perder a canção que deambula pelo espírito.
Hoje é apenas mais um dia
Em que as palavras nascem em mim
E para não as deixar fugir
As agarro
Para não mais as largar
Não esquecer a razão da sua existência.
Poesia são os sentimentos
Que moram na minha alma
E que querem ser recordados na eternidade
De palavras
Que surgem sem avisar.
Poesia são os sorrisos, as lágrimas,
Os momentos não esquecidos.
Poesia é a vida do poeta
Que precisa das palavras para viver.

 

publicado por Ana Cristina Gomes às 20:09

link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. A Amazónia arde....todos ...

. Desaceleras-me o tempo!

. Alpendre de emoções

. Baloiço

. Correr a estrada!

. Este teu dia avó!

. Desapegar-me de ti!

. Dia dos Avós!

. Haruki Murakami "A Peregr...

. Este nosso 18 de julho!

.arquivos

. Agosto 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

.tags

. todas as tags

.favorito

. Será pedir muito?

blogs SAPO

.subscrever feeds