Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O sopro mágico das palavras

O sopro mágico das palavras

Manhã de segunda-feira!

O relógio marca 8h30 de uma manhã de segunda-feira. Mais uma semana que se abeira de mim. O comboio corre veloz contra o tempo. As árvores fogem da vista. Vou em sentido contrário. Olho para o relógio novamente. Ainda mal amanheceu. Desejar as 18h. O regresso. A incerteza do caminho. Onde poderás estar. Lembro-me de ti. Do teu sorriso-neve que me obriga a escrever esse sorriso teu na minha alma. Lembro-me de ti. Do teu olhar mel-outono de fins de tarde que me obrigam a parar. Para olhar para ti. E respirar esse olhar teu.

O relógio marca 8h30. Ainda manhã. Arrasto os passos. Obrigo-me a ir. Na esperança do fim de tarde que tarda em chegar.

Imagem : Internet

fabrizio-verrecchia-179890-unsplash.jpg