Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O sopro mágico das palavras

O sopro mágico das palavras

Meu querido amigo anjo

218283577_136543245275574_3660642388128262156_n.jp

Parece que foi ontem, mas o tempo não perdoa no seu cronómetro que não para, e tantos já são os anos que passaram desde o dia em que não tive a possibilidade de te dizer até já. Dezanove anos, quase duas décadas de ausência tua.

Hoje farias anos e estarias no auge da vida, possivelmente um quarentão todo giraço, nos melhores anos desse teu sorrir, que deixa saudades. Por isso, nesse paraíso onde só as almas puras podem viver, hoje é dia de festa, pois para ti a vida era sempre uma festa, uma fracção de tempo que não podia ser desperdiçada. Que o espírito da alegria nunca te abandone e que espalhes essa alegria no sono de todos nós para que na manhã, ainda de olhos fechados, esbocemos um sorriso.
Agora, nos pequenos momentos que saboreio da vida, lembro-me de ti, como são importantes esses momentos nossos, em solidão ou em companhia, mas que preenchem a nossa alma. Porque hoje é, mas a incógnita do amanhã pode não voltar a trazer esses instantes. Aprendi contigo que devemos sempre dizer aos outros como gostamos deles, como são importantes para nós. Mostrar carinho, afecto e amor. Podemos não voltar a ter essa oportunidade. Mesmo que a tristeza viva em nós, que uma ferida aberta sangre, nunca devemos negar uma palavra amiga a quem é nosso amigo, nem esconder um sorriso a quem nos sorri na sinceridade de um coração.
De ti guardo um carinho especial e a mágoa de não poderes ter visto o meu renascimento. Foi em ti, meu querido amigo, que começou este meu processo de descobrir uma Ana, que um dia roubou a primavera de si mesma. Mas a ti roubaram-te a aurora da vida e não pudeste estar aqui a ver-me crescer como uma flor. Embora muitas vezes olhe para o céu e te tente encontrar para que não te esqueças de mim, que ouças as minhas preces, sei que tenho em ti um anjo, que mesmo distante me abençoou, por me ter feito cruzar com algumas das almas mais luminosas que poderia ter encontrado. Não tiraste as pedras do meu percurso, porque preciso de tropeçar nelas para me tornar mais forte, mas não tenho medo de cair, pois estarás lá para amparar a minha queda.
Mais logo à noite, antes de dormir, ao olhar o firmamento de uma noite de verão, sei que o reflexo do sorriso mais brilhante de uma estrela, é o teu sorriso que vai iluminar os meus sonhos e que me vai deixar sempre ver a cor que pinta os momentos da vida.
Obrigado meu amigo por um dia teres cruzado a minha vida, na altura não percebi, mas hoje compreendo como conhecer-te foi muito importante para o meu ser, para crescer e aprender.
Meu querido amigo recebe estas palavras escritas pela mão do coração, num abraço apertado de saudade.
Há pessoas que nunca serão esquecidas, tu és um desses seres que ficará sempre guardado em mim.
 
Imagem : Internet

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.