Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O sopro mágico das palavras

O sopro mágico das palavras

O Senhor Manuel dos Bolos!

O verão começará a despedir-se de nós em breve. A praia hibernará no frio que lhe sussurrará no mar. O bronzeado ficará escondido por baixo dos casacos matinais.
Também as bolas de berlim ficarão na prateleira das memórias.
Foram tantos os anos sem praia. Tantos anos sem o sal na boca. Os complexos. Os medos.
Agora a praia, o lugar meu. E com essas bolas de berlim que nos adoça as férias. Que tempera o descanso.
Tão bom ouvir ao longe os pregões da bola que chega. As vozes graves ou agudas. A pele enrugada do sol nas mãos desses homens e mulheres que nos ouvem os ouvidos. Olhos fechados. O som do mar numa bola de berlim.
Cada vez mais estas vozes perdem-se. Para dar lugar às campainhas que nos ensurdecem. Sei que é tão mais fácil, tão mais simples estes telintares. As vozes que não se gastam. Mas são campainhas sem alma.
Gosto do senhor Manuel dos Bolos. Desse senhor e todos aqueles que nos deixam o som de memórias felizes nas suas vozes.

IMG_20190914_124048_796.jpg