Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O sopro mágico das palavras

O sopro mágico das palavras

Olhos mágicos

197274487_121518806778018_1137352977969893377_n.jp

Se havia por aí olhos de amor, também percebi que existem olhos que são feiticeiros da magia da cura. Acima de tudo vive nesse olhar amor porque o amor é o tudo que temos e desejamos na vida. Mas há nesse olhar algo ainda mais superior.
Estes olhos de afetos fazem-me lembrar a essência dos meus unicórnios, aqueles seres mágicos que nos auxiliam na cura interior e nos ajudam no resgate da nossa criança interior. São olhos de pessoas com alma de anjo, que resgatam almas em morte iminente. Porque sei que algures noutras viagens pela escola da Terra, essa alma salvou-me uma e tantas outras vezes e talvez do nada sempre tenha sentido uma ternura imensa pelo dono desses olhos. Só porque que sim. Não são necessárias explicações lógicas para alguém nos ser especial no coração.
E que combinamos voltar a encontrar-nos, porque reencontrar almas de anjos é uma dádiva no caminho de encontro a quem verdadeiramente sou. E todo o auxílio em momentos de dúvida é tão importante.
Porque nunca nos cruzamos com ninguém por acaso. Porque nunca é por acaso que achamos alguém de uma ternura imensa. Nada é coincidência. Tudo acontece no tempo certo, nem que seja um sorriso envergonhado ou um tímido olá.
São essas pessoas que nos ajudam quando sentem que precisamos de um alento. E esses olhos já me foram alento tantas vezes.
Estranhos, desconhecidos que ainda se cruzaram comigo noutra fase de abismo do meu ser. E que vêem o meu crescer em amor e a ser quem sou. E que agora vejo neles tanta luz como nunca vi antes, possivelmente porque me forçaram a acender o meu interruptor da minha luz interior.
A sinceridade do amor tantas vezes é isto, uma ajuda no caminho do outro sem pedir nada em troca.
Podem ser os olhos de um homem tão bonito, mas sentir esta gratidão, não significa que o meu objectivo seja possuir aquele corpo. Talvez ele seja isso mesmo, um estranho que é anjo e que algures no seu caminho me tocou profundamente para ajudar a amar-me e amar a vida.
Só isso, e já foi tanto para mim.

Imagem : Internet

2 comentários

Comentar post