Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O sopro mágico das palavras

O sopro mágico das palavras

Olhos no mar

De olhos postos no mar. Mar esse que me limpa as mágoas. Limpa-me os medos de mim. O meu banho de limpeza. Regenerador. Olho para esse mar e aprendo a respirar. A respirar-me. A respirar o eu que sou na alma que trago. Calma e tranquilamente. Serena. De olhos a navegar na melodia sincronizada das ondas, penso em ti. Eu penso sempre em ti no espaço e tempo que pulsa no meu coração. Como queria que essas ondas limpassem as rochas dos medos que não nos deixam aproximar. Como dois náufragos à deriva na vida. Fingindo que estamos bem a boiar num salva vidas prestes a afundar. Olho à procura da estrada por entre a espuma que rebenta na areia. Procuro o caminho dos teus pés. Para um dia poder abraçar os braços teus. As pegadas das nossas almas de mãos dadas. Na sombra do sol. Numa paz reconquistada à vida. Olho na prece murmurada pelos meus lábios que este mar que acolhe os meus pensamentos me deixe encontrar o amor meu, aquele amor meu de olhos mel-outono. Tu.

IMG_20190310_225340_012.jpg