Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O sopro mágico das palavras

O sopro mágico das palavras

Ouvir-te....

Silenciei os meus ouvidos naquela música de embalar para ser embalada pela tua voz nesse fim de tarde. Aquela tarde que beija o fim de semana que chega ao corpo. Ouvir-te naquelas conversas que nada o são. Palavras de circunstância nos teus olhos despidos que se habituam à cor do outono. E que dizer desse sorriso teu tão aberto que abre qualquer coração. Tão bom um dia poder lembrar-me desse sorrir tão perfeito. Nunca deixes a vida perder esse sorriso tão teu.
Silenciei os meus ouvidos. Abracei o horizonte para lhe agradecer por estares ali. Na véspera de novos caminhos que se iniciam. Para sentir essa força tua em mim e nunca desistir. E mesmo que os horários me ocupem os dias haverá sempre tempo no relógio para ti.
Silenciei os meus ouvidos. Escutei-te com a alma. Inspirei este sentir meu por ti.
Ouvi a tua voz para continuar sempre a ouvir-me.
Imagem : Internet

simon-matzinger-twukN12EN7c-unsplash.jpg

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.