Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O sopro mágico das palavras

O sopro mágico das palavras

Piscar o olho ao natal

Um domingo de descanso. Um domingo só meu e só para mim. Sem horas. Sem compromissos. Apenas eu. A chuva, hoje, não quis aparecer. As gotas a cair na janela numa melodia inspiradora para inspirarem os gestos da tarde. As bolachas de gengibre e o chá para companhia. O cenário ideal para piscar o olho ao natal que se aproxima no calendário.

Há muito que o natal faz parte dos meus dias nos preparativos de uma festa de natal mágica para aqueles que precisam de sorrir. Uma festa que nos transforma a todos.

Por isso, embalada por esse espírito natalício, aproveitei este domingo só meu e fui buscar as decorações de natal guardadas na caixa que já tremia no armário numa ânsia de alegrarem os dias cinzentos de um inverno que tarda em se fazer sentir.

Fazer a árvore, colorir o seu branco com as cores de bolas e bonecos. As luzes para iluminarem os nossos dias. Os chocolates para adoçarem a árvore na doçura do natal. O presépio no seu eterno cantinho para que a esperança seja eterna no nosso caminho. Peluches espalhados por portas. O tapete na porta para dar as boas-vindas ao natal quando este nos bater à porta. As músicas preparadas para cantarem nas noites aquecidas pelas pantufas.

Passo nas lojas e perco-me nesta perdição de cores e feitios de tantos e tantos enfeites que existem. As decorações mágicas que me deixam encantada. Sinto aquela menina que há em mim sorrir como muitas vezes não pode sorrir quando era criança.

A casa a ganhar uma vida diferente nesta época para nunca me esquecer que os pequenos momentos são grandes em nós. Nestes nossos pequenos momentos que sorrimos. E sorrir faz tão bem.

Estamos em novembro e o mês de dezembro apressa-se até nós, por isso é altura de piscar o olho ao natal que aí vem no virar das próximas semanas.

IMG_20171105_112503.jpg