Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O sopro mágico das palavras

O sopro mágico das palavras

Poema aos teus olhos

hush-naidoo-2cdzDZ90M90-unsplash.jpg

Os teus olhos.
Paraíso de amor e inferno de dor.
Espadas que me trespassam o coração.
Os teus olhos.
A minha eterna solidão.

Os teus olhos.
Que me prendem a ti.
Que não me deixam largar-te.
Os teus olhos.
Que me olham.
Que me empurram para o abismo de sensações.

Os teus olhos.
Que a minha ferida tanto ama.
Os teus olhos são feitos de amor.
Que são distância de corpos entre nós.

Os teus olhos.
Que me deixam acordada na noite.
Na lembrança de ti.
Os teus olhos.
São luz em tardes nubladas.
São abrigo de manhãs chuvosas.
Os teus olhos.
Ontem e hoje.
Não serão esquecidos.

Quis abandonar
Este apego de amor que tenho aos teus olhos.
Quis fugir do fascínio
Que provocas na minha alma.
Não consigo.
Não me deixas.
Não assim como nos olhamos.

Os teus olhos.
Serão sempre história em mim.
Os teus olhos.
Terão sempre o teu nome.
De quem gostaria de amar.
O único que me aconchega as emoções.

Os teus olhos.
São-me amor e solidão.
Afeto e lágrimas.
Os teus olhos.
Que me despem.
São-me desejo ilegal.

Os teus olhos.
Meu poema de amor.
Os teus olhos.
Meu eterno amor.

Imagem : Internet

2 comentários

Comentar post