Quarta-feira, 30 de Setembro de 2015

Simplesmente alguém....

O relógio no pulso marca uma hora matinal em que os minutos são apenas um dado acessório neste texto. Uma manhã num dia da semana, que também pouco importa saber se é 5ªf ou domingo. Amanhece no outono que chega e o frio que começa a arrepiar o braço ainda desnudo, com relutância em despedir-se do verão e abraçar a suavidade de um casaco.
Um desconhecido que se cruza no meu caminho. Um desconhecido com nome e apelido. Um rosto com sorriso e a doçura num tímido bom dia. Desde há muito que és um desconhecido só porque não te posso chamar de amigo. Alguém que vejo. Alguém que tropeçou nas pedras do meu caminho não por mero acaso. Alguém que tem uma missão neste cruzar de passos. Desconheço os teus hábitos, os teus gostos, disso pouco ou nada sei. Mas essa ignorância não me impede de sentir um conforto quando nos fugazes minutos alcanço o teu olhar. Nesta corrida da vida não te conheço, mas as nossas almas já escreveram histórias antes de este tempo ser tempo. Histórias de carinho e afecto. Histórias de protecção e abrigo. Histórias que ficam guardadas na memória do espírito e mesmo que o inconsciente não queira partilhar as palavras escritas, existe um brilho que só estas almas conseguem ver. Foi esse brilho que vi e que vejo. E que nunca esquecerei porque simplesmente nunca o apaguei com a borracha do esquecimento. Brilho que volto a reencontrar nas entradas e saídas da vida e das vidas.
Deixo-me ficar a olhar para ti, o sol reflectido no teu rosto na manhã que acorda, na luz que me indica o trilho a descobrir. Faz-me olhar no percurso que está à tua frente e impede-me de olhar para trás, para um passado que chega e com o qual não quero falar. Talvez seja isso que te torna tão especial, deixas um rasto do teu brilho para que possa procurar o meu caminho. Olhar para ti faz as asas do meus sonhos abrirem novamente e quererem levantar voo. Serem livres para existirem. Olhar para ti faz-me acreditar que não perdi a capacidade de amar no passado que me magoou e que teima em não desaparecer. Sentir o meu coração sorrir é saber que ainda consigo desenhar um sorriso dentro de mim. Que afinal a esperança pode renascer e voltar a viver. Acreditar e não desistir.
Sentir a tua presença perto faz-me sentir que posso encontrar a paz em mim. Sempre que te vejo a minha mente escreve-te mas faltava colocar as palavras no papel. Talvez nunca as leias. Talvez nunca te possa abraçar. Descrevo-te como se fosses uma espécie de anjo, e talvez sejas isso mesmo, um anjo num corpo de um desconhecido que talvez nunca possa chamar de amigo, mas sem dúvida serás uma das pessoas que mais marcará esta minha aventura chamada vida. És simplesmente alguém…. O desconhecido mais importante. O sorriso mais marcante. O olhar mais penetrante. És simplesmente alguém que resplendece para me acordar para o brilho da vida. E seguirei sempre o rasto que deixas atrás de ti para me guiar à procura da minha felicidade. É isso que os anjos fazem, certo?!

grav_homem_olhando_mar_bco_a.jpg

publicado por Ana Cristina Gomes às 22:45

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
15
16
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Este nosso 18 de julho!

. Lembra-te de mim!

. Haruki Murakami "Norwegia...

. Pablo Alborán : Um concer...

. Deixar-te ir!

. Ama-te primeiro!

. Marcia Grade "A Princesa ...

. Robert Fisher "O Cavaleir...

. Dezasseis dias!

. Ed Sheeran...Um concerto ...

.arquivos

. Julho 2019

. Junho 2019

. Maio 2019

. Abril 2019

. Março 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Dezembro 2018

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

.tags

. todas as tags

.favorito

. Será pedir muito?

blogs SAPO

.subscrever feeds