Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O sopro mágico das palavras

O sopro mágico das palavras

Sorrisos que sempre cá estiveram

tim-mossholder-8R-mXppeakM-unsplash.jpg

Há sorrisos que sempre estiveram aqui tão perto de mim à distância de um olhar de uma palavra. Sorrisos que discretamente foram entrando nos meus dias. Que estavam lá e eu simplesmente não os via. Talvez porque não estivesse preparada para os ver. Mas agora vejo-os neste meu renascer de esperança. E tornam qualquer hora ainda mais bonita de ser vivida.
São sorrisos que se entranham na nossa pele porque são sementes de amor que germinam no coração que se liberta de apegos e se abre com toda a sua vulnerabilidade e plenitude.
Vieram as máscaras e esse sorriso escondido mostrou-se para mim. Porque a luz trespassa qualquer máscara que nos possa ocultar o rosto. Só não vejo esse sorriso se os meus olhos estiverem cegos. Mas o meu olhar expande-se para o mundo do tamanho de um sorriso que me acordou. Que me está a fazer descobrir a minha centelha divina.
Sorrisos de pessoas que nos chegam pé ante pé. Que passam e nos ficam. Que mesmo que partam da nossa estrada, o coração terá sempre afeto para partilhar porque o amor é o sentimento que mais precisa de ser partilhado. Há tanta urgência em sorrisos de amor como estes que vou encontrando. Sou tão grata.
Há pessoas de sorrisos assim que nos ensinam tanto de nós.
Obrigada meus sorrisos por me serem rasto de luz no meu caminho.

Imagem : Internet

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.