Sábado, 30 de Dezembro de 2017

Um brinde a 2018!

O ano de 2017 começa suavemente a despedir-se de nós por entre os minutos e as horas que se preparam para receber 2018. Sentimos os seus prazenteiros passos no caminho que faz para não se atrasar ao convite que lhe fazemos.

Guardo um ano de aprendizagem constante, um ano de encontro ao meu caminho, um ano de novos ensinamentos, novos desafios e novas descobertas. Um ano de novas amizades que transporto delicadamente dentro de mim. E outras tantas amizades que crescem no jardim do meu amor por elas.

Levo deste ano os momentos que ficam e não se esquecem. Guardo 2017 porque os momentos são para serem guardados. E um dia serem recordados na reminiscência do tempo.

A minha alma arrebata a naturalidade dos bons dias matinais e os olá nocturnos. Que 2018 me continue a presentear com estes meus anjos com quem me cruzo nos dias que se enlaçam nas noites. Guardo as palavras de ternura e o carinho nos gestos. Gestos simples, mas vida está nessa simplicidade de momentos. São momentos meus que não troco. Momentos meus que quero repetir. Meu querido 2018, não te esqueças e traz contigo a minha eterna gratidão de poder continuar a ser agraciada com a tamanha beleza de viver e poder olhar para sorrisos que me acalmam e suavizam a mágoa que tantas vezes não me larga.

Um ano como novos sonhos que se delineiam no traçar do lápis do meu ser. Convido 2018 a colorir estes meus sonhos de ventura e brandura. Rabisquemos pedaços de sonhos. Pintemos os dois as cores do arco-íris nos meus dias acordada a perseguir os desejos de quem tem a ousadia de sonhar.

Um ano das minhas eternas palavras. Um ano de palavras escritas no olhar. As palavras dos momentos. As tuas palavras. Escrever-te para me escrever. Querer descobrir-te para me reencontrar em mim. Que 2018 seja um ano de felizes encontros e afortunados reencontros nossos em nós.

Um feliz ano de 2018 a todos os que fazem parte da minha vida. Um ano para aproveitarmos as oportunidades de sermos felizes. Vivam e sonhem a felicidade. Agarrem cada momento como se fosse único e irrepetível. Porque cada momento é diferente na memória que fica.

Desenhem instantes. Retratem sorrisos. Fotografem amor. Esbocem sonhos. Rabisquem incessantes alegrias.

E não se esqueçam de simplesmente viver! Apenas isso….Viver!

Brindemos juntos a 2018!

publicado por Ana Cristina Gomes às 21:11

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
17
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Aquela tarde de julho!

. A um anjo amigo!

. Deitar-me!

. C.J. Tudor "O Homem de Gi...

. Nunca te esqueças!

. Eva Schloss "A Rapariga d...

. Um dia cruzei-me contigo!...

. Não te amo!

. Mário de Carvalho "Um Deu...

. Katherine Neville "O Fogo...

.arquivos

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

.tags

. todas as tags

.favorito

. Será pedir muito?

blogs SAPO

.subscrever feeds