Quarta-feira, 29 de Agosto de 2018

Uma foto tua!

Desculpa o meu coração por roubar uma foto tua. Não me desculpes a mim. O meu corpo apenas acatou uma ordem desta minha alma errante e sem perdão. Prende o meu coração se te ofende, mas prende-o longe de ti. Não o encarceres mais dentro de ti.

Desculpa o meu coração por querer guardar os traços desse teu rosto. Guardar esse teu olhar a descoberto no cantinho mais especial de mim. Aquele lugar que tem o teu nome. Que só eu conheço. Que visitas nos nossos sonhos.

Desculpa o meu coração. Não me desculpes a mim. O meu coração tem medo de perder a memória e não mais lembrar-se de como és.

Desculpa o meu coração por desgastar essa tua foto de tanto olhar minutos e minutos sem pestanejar quando o ruído da vida ao redor é o teu silêncio.

Desculpa o meu coração por esta intrusão. Não me desculpes. Eu sei que nunca haverá a nossa foto. Mas esta alma sabe que um dia voltará a fotografar a tua alma com os meus olhos. Não será agora. Um dia lá longe do horizonte do hoje.  

Desculpa o meu coração por  querer olhar para uma foto tua na angústia da noite. Não me desculpes a mim. Olhar para ti, atrasa a queda do meu coração no abismo da morte.

Prometo-te que a minha alma não mostrará a tua foto a outros olhos. Apenas eu vou gastar o papel do tempo a olhar para ti. Parar os segundos, olhar para ti, depois continuar a viver e voltar a parar, porque quero olhar mais uma vez para essa foto tua.

Quero poder olhar sempre para ti quando o nosso caminho deste agora não mais se cruzar. Quando passearmos por outras paragens. Não me quero esquecer de ti. Da tua aura. Deste encontro de almas que levarei de ti.

Desculpa-me por roubar a tua foto, pois no dia em que partir, a minha alma adormecida leva-te no coração para te voltar a reconhecer quando nos voltamos a encontrar num outro presente.   

Como nos reconhecemos naquela tarde em que olhamos para as fotografias de nós que trazíamos no bolso do coração.  

 

Imagem : Internet

jamez-picard-356760-unsplash.jpg

publicado por Ana Cristina Gomes às 23:22

link do post | comentar | favorito (1)

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Novembro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Mário Zambujal "À noite l...

. Patricia Posner "O Farmac...

. Tardes Malditas!

. Caminhos!

. Sombra-Luz!

. Heather Morris "O Tatuado...

. Mudou a hora nesse doming...

. A coleção Kimmidoll

. Um pensamento meu

. Julia Navarro "História d...

.arquivos

. Novembro 2018

. Outubro 2018

. Setembro 2018

. Agosto 2018

. Julho 2018

. Junho 2018

. Maio 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Fevereiro 2018

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

.tags

. todas as tags

.favorito

. Será pedir muito?

blogs SAPO

.subscrever feeds